SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
   
 
 
WhatsApp: (11) 93299-5857
(somente mensagens de texto)
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
NOTÍCIAS
 
JURÍDICO
 
E-SOCIAL DOMÉSTICO
 
PLANOS
 
CONTATO
 
SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
Notícias e Novidades
 
Editais
 
Informativos
 

NOTÍCIAS E NOVIDADES

Not�cia - 22/03/2017 - Empregado se acidenta? 22/03/2017 - Empregado se acidenta?


Como o empregador deve proceder na hipótese de sua empregada doméstica se acidentar no horário de expediente. Saiba de quem é a responsabilidade.

Que as empregadas domésticas adquiriam novos direitos com a Lei Complementar 150, a maioria dos empregadores já vem sendo informada pela mídia. Um tema, no entanto, quase não tem sido abordado: o acidente de trabalho. A maioria das quedas, cortes, queimaduras e choques elétricos acontece justamente no ambiente domiciliar, que no caso do trabalhador doméstico é também seu local de trabalho.

O empregador doméstico deve somar a estes pontos de atenção o trajeto de ida e volta do trabalho da doméstica, esta jornada diária também está sujeita aos imprevistos, como os acidentes de trânsito. O que acontece ao trabalhador no deslocamento entre sua casa e o trabalho, também é coberto como acidente de trabalho.


A responsabilidade do empregador

O empregador deve zelar pela integridade física de seus funcionários, isto se aplica inclusive aos trabalhadores domésticos. Mesmo o empregador sendo pessoa física ele deve orientar as pessoas contratadas para trabalhar em sua redidência em como proceder a fim de evitar acidentes.

Estas orientações podem incluir instruções de uso de equipamentos eletrodomésticos, que podem provocar cortes, queimaduras ou choques quando usados indevidamente. O empregador pode ainda ensinar a melhor forma de utilizar produtos químicos para evitar intoxicações e envenenamentos.

Uma medida simples e que pode evitar danos maiores no futuro é o fornecimento de EPIs (equipamentos de proteção individual), tais como botas, luvas e máscaras. São materiais baratos e em geral com grande durabilidade que podem tornar o trabalho diário como o de limpar um piso escorregadio, por exemplo, mais seguro.


O seguro contra acidente de trabalho

Os trabalhadores domésticos foram incluídos no direito ao seguro contra acidentes de trabalho como parte da regulamentação da Lei Complementar 150. O seguro representa uma taxa de 0,32% sobre o salário do empregado e é pago pelo empregador mensalmente junto com as verbas do DAE.

O valor é proporcionalmente baixo, diante da proteção que ele representa para o trabalhador. Em termos financeiros o pagamento do seguro em dia mantém o empregador doméstico distante de prejuízos que poderiam alcançar grandes cifras caso o empregado estivesse descoberto e sofresse um acidente de trabalho. Sendo assim, o seguro protege empregados e empregadores.

Fonte:Doméstica Legal


 
SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
Atendimento:
(11) 3151-2587 / 3129-9916
(11) 93299-5857
(Não atendemos chamadas, apenas Whatsapp)
 
INSTITUCIONAL   Jurídico PLANOS
ENDEREÇO:
Palavra do Presidente   Serviços Porque se Associar?
Rua da Consolação, 222
4º andar - Sala 407
São Paulo / SP - CEP 01302-000

WhatsApp:
(11) 93299-5857
(Não atendemos chamadas, apenas Whatsapp)

Histórico

 

Atendimento

Planos

Certidão Sindical

 

Convenções e Acordos

 

Categorias

    Notícias

Missão

   

Notícias e Novidades

Base Territorial

   

Editais

Obrigatoriedades

    Informativos
       
Acessos: 298