SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
 
 
 
HOME
 
INSTITUCIONAL
 
NOTÍCIAS
 
DÚVIDAS
 
JURÍDICO
 
ASSOCIADOS
 
CONTATO
     
 
SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
Notícias e Novidades
 
Editais
 
Informativos
 

NOTÍCIAS E NOVIDADES

Not�cia - 23/10/2017 Sindicato Alerta que 90% dos Patrões Não Estão em dia Com Imposto Sindical 23/10/2017 Sindicato Alerta que 90% dos Patrões Não Estão em dia Com Imposto Sindical

Sindicato Alerta que 90% dos Patrões Não Estão em dia Com Imposto Sindical


O Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Catanduva e Região alerta que 90% dos patrões não estão em dia com o imposto sindical que é obrigatório a cada trimestre. Atualmente encontram-se legalizados uma média 3,8 mil domésticos de Catanduva e apenas 400 estão com os impostos sindicais em dia.

Conforme informações da presidente do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Catanduva Maria Amélia Pereira de Souza, os empregadores tem até o dia 30 de dezembro para regularizar as dívidas sem juros e multas.

“A partir deste ano, após a convenção coletiva, ficou obrigatório o recolhimento das guias assistenciais e guia sindical. Por isso estamos alertando a todos os empregadores e contadores a regularizar essas taxas”, informa a presidente Maria Amélia.

O contador financeiro do Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Catanduva André Valdir Moimas ressalta que é raro o mês que 540 empregadores contribuem com as taxas trabalhistas.

“Pedimos que todos os contadores e empregadores tragam cópias das guias assistenciais e sindicais pagas durante o ano de 2017 e aqueles que ainda não pagaram tem até o dia 30 de dezembro para efetuar o pagamento sem multa e juros”, informa Moimas.

Dentre os benefícios dos trabalhadores domésticos, a sindicalista orienta que o plano de saúde também deve ser pago mensalmente.

“Além dessas taxas que não estão sendo pagas, também queremos orientar o empregador para não deixar de pagar o plano de saúde do empregado. É um valor baixo, de R$ 10,80 por mês, mas senão pagarem e, por ventura, a doméstica chegar a falecer ou se afastar por invalidez, o empregador terá que pagar R$ 30 mil para a família, mais R$ 2 mil para a ajuda funerária e mais quatro meses de cesta básica no valor de R$ 200 cada”, aponta Maria Amélia.

Conforme informações do consultor financeiro, o valor da guia assistencial é de R$ 18 a R$ 22, dependendo do salário do empregado.

“Antes do dia 10 de cada três meses, essas taxas devem ser recolhidas de acordo com a convenção coletiva deste ano. Na 48ª cláusula da convenção fica claro o texto sobre prazos e multas no caso de descumprimentos de uma das cláusulas, sendo que o empregador deverá pagar para o empregado prejudicado e para cada infração cometida multa de 20% do salário mínimo federal, que está em R$ 937. Ou seja, terá que pagar 20% de multa se deixar de pagar as guias assistenciais, como também será cobrado o valor de 10% e mais juros de 1% ao mês atrasado. Mas queremos deixar bem claro que se for acertado até o dia 30 de dezembro não será cobrado as taxas de juros e multas”, diz Moimas.


CONVENÇÃO

O Sindicato dos Trabalhadores Domésticos atende a cidade e mais 17 municípios da região. Nesta sexta-feira (20), a presidente do sindicato estará em Campinas para entregar a pauta das novas reivindicações para a convenção de 2018.

Após as negociações na convenção coletiva deste ano, entre o Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Catanduva e Região e o Sindicato dos Empregadores Domésticos de Campinas e Região (Sedcar) o piso salarial do empregado doméstico subiu para R$ 1.139. A categoria comemora os benefícios que em comparação com outras categorias estavam defasados.

Outro benefício conquistado pela categoria é o feriado no dia 27 de abril.

Enquadra-se também na categoria: enfermeiro, cuidador de idoso, porteiro, motorista, dentre outros.


SERVIÇO

Para mais informações os interessados devem entrar em contato pelo telefone (17) 3521-6993. O sindicato está localizado na Rua Pernambuco, 620.


Karla Sibro

Da reportagem local


Fonte: O Regional


 
SEDESP - SINDICATO DOS EMPREGADORES DOMÉSTICOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
Atendimento: (11) 3151-2587 / 3064-7343
WhatsApp: (11) 97383-8377
(Não atendemos chamadas, apenas Whatsapp)
 
INSTITUCIONAL   DÚVIDAS ASSOCIADOS
ENDEREÇO:
Palavra do Presidente   Perguntas Frequentes Porque se Associar?
Rua da Consolação, 222
17º and - Sala 1703
São Paulo / SP - CEP 01302-000

WhatsApp:
(11) 97383-8377
(Não atendemos chamadas, apenas Whatsapp)

Histórico

 

Downloads

Benefícios

Certidão Sindical

   

Associe-se

Categorias

  Jurídico Notícias

Missão

  Serviços Notícias e Novidades

Base Territorial

 

Atendimento

Editais

Data Base

 

Convenções e Acordos

Informativos

       
Acessos: 4501